quinta-feira, 26 de abril de 2012

Ai esta cabecinha!

Não é que hoje fui bem cedinho para o Hospital para fazer as análises de 3º trimestre e deixei o frasquinho com a urina em casa!!!

Ultimamente dá-me mesmo a sensação de ter memória de peixe!

O que vale é que posso passar lá outro dia a deixar apenas a urina, sem ter que esperar outra vez, e ainda me disseram que sendo análise bacteriológica convém lavar-me bem antes de fazer a colheita, ainda mais na gravidez, por causa do corrimento todo que temos (coisa que eu não sabia que tínhamos que fazer).

terça-feira, 24 de abril de 2012

Ás 33 semanas...

Eu estou assim...


A barriga: 104 cm

O peso: 71,2 kg

Os sintomas: Tenho sentido umas verdadeiras picadas no peito, como se tivesse aqui agulhas a furá-los de fora para dentro, é uma sensação muito estranha mesmo.  Além disso faço imensa ginástica para me calçar, só sentada é que o consigo fazer mais ou menos (bem que podia vir o calor para andar só de chinelos). Também já tenho sentido as contracções de BH com mais regularidade ultimamente.

O bebé está assim...

Imagem e informações retiradas daqui.

O desenvolvimento: A pele do bebé está cada vez menos vermelha e enrugada. O crânio do bebé ainda é flexível, pois os ossos ainda não se fundiram na totalidade, o que o ajudará a passar pelo canal de parto. No entanto, os restantes ossos estão cada vez mais rígidos. E mais uma vez ele continua do tamanho de uma melancia.

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Hoje foi dia de eco...

Hoje lá fomos fazer a ecografia de 3º trimestre.

Aparentemente estava tudo bem, mas depois a Dra que fez a eco disse que aqui o pequenote está com a barriga muito magrinha, entre o percentil 10-25. 

Foi preocupação na hora, ainda mais quando ela me disse para eu ir logo falar com a minha Dra, porque ela estava de serviço na urgência.

Lá fomos nós mostrar-lhe o relatório e diz ela que isso tanto pode ser genético e o miúdo já se estar a fazer de "esquisito" para engordar (e até acredito nesta ideia pois se sair ao pai será assim mesmo) ou que poderá ser um problema na placenta que não lhe faz chegar os nutrientes todos que precisa e que nesse caso lhe está a faltar alguma coisa.

Mesmo assim ela não me queria passar baixa, diz que por vezes não tem nada a ver. É certo é que depois mais tarde se acontecesse alguma coisa ainda nos diziam que se eu tivesse ficado de repouso se calhar não acontecia! Então depois do meu marido lhe dizer algumas ela lá veio com a baixa por gravidez de alto risco na mão e a marcação de nova ecografia para daqui a 2 semanas (dia 4).

A partir de amanhã será então para repousar e ver se este menino engorda alguma coisinha!

O bom da eco - além de podermos mais uma vez ver o pimpolho - é que já confirmámos que ele deu mesmo a volta e está com a cabecita para baixo.

terça-feira, 17 de abril de 2012

Ás 32 semanas...

Eu estou assim...



A barriga: 103,5 cm

O peso: 70,4 cm (é o que faz a enfermeira ralhar comigo!)

Os sintomas: Ultimamente tenho muitas vezes vontade de ir à casa de banho, mas quando lá chego saem duas ou 3 pinguinhas, mas parece mesmo que estou super aflitinha. Deve ser o cachopo a apertar a bexiga cá dentro. Com o aumento do peso e da barriga também já sinto alguma dificuldade em virar-me na cama, tem que ser às prestações e parece que nunca mais chego lá ao outro lado.

O bebé está assim...


Imagem e informações retiradas daqui.

O desenvolvimento: As unhas dos pés e das mãos do bebé já cresceram e alguns bebés já são bem cabeludos. A esta altura ele já inspira líquido amniótico, treinando os pulmões. A esta altura os testículos também devem de estar a descer, mas pode acontecer ainda não estarem na posição correcta na altura do parto. O tamanho continua a ser o de uma melancia.

Do aumento de peso...

Ontem é que a enfermeira do Centro de Saúde se passou comigo...

Não é que calibraram o raio da balança e a que antes me pesava sempre a menos do que cá em casa agora pesa a mais?!

Resultado: segundo aquela balança engordei 4kg num mês.

O que vale é que não ligo nada àquilo e nem sequer me preocupo... sigo o peso daqui da balança de casa que é melhor, ao menos é sempre à mesma hora, da mesma forma, com a mesma roupa!

O que realmente me deixou a pensar foi quando a Dra me falou na colheita para a análise do estreptococos B. Perguntou se eu a ia fazer no Hospital ou se faria lá, como não sei ficou combinado eu confirmar no Hospital e se não fizer lá depois faço no Centro de Saúde na próxima consulta. Vai ser lindo, vai!

terça-feira, 10 de abril de 2012

Ás 31 semanas...

Eu estou assim...


A barriga: 103 cm

O peso: 70,6 kg

Os sintomas: Continuo com obstipação, se bem que há dias em que ela anda um pouco mais minha amiguinha. Começo também a sentir dores lombares, o que incomoda um pouco. Além disso volta e meia lá ando eu a coçar a barriga.

O bebé está assim...
Imagem e informações retiradas daqui.

O desenvolvimento:  O corpo do bebé continua a ganhar tecido adiposo, os membros já são proporcionais em relação à cabeça e ele já se parece mais com um recém-nascido. O bebé agora já começa a ter menos espaço para se mexer e por isso os movimentos dele são menos bruscos. Esta semana ele já está do tamanho de uma melancia.

terça-feira, 3 de abril de 2012

Ás 30 semanas...

Eu estou assim...

(não há foto porque aqui a menina ou se esqueceu de tirar, ou a apagou sem guardar... não me lembro!)

A barriga: 102 cm

O peso: 70,6 kg

Os sintomas: Além de todo o cansaço e menor agilidade que tenho vindo a sentir, começo a ter sérios problemas de obstipação. Vou ter que comprar kiwis e cereais de fibra a ver se ajudam. Costumo também sentir umas picadas nos mamilos e o meu umbigo já se faz notar (parece uma boquinha de sapo), o que não acho nada bonito. Além disso ganhei mais uma linda estria no sítio do buraco do piercing, mas pequenina. Enquanto nos ficarmos por aqui não estamos muito mal.

O bebé está assim...

Imagem e informações retiradas daqui.

O desenvolvimento: Os pulmões e o sistema digestivo do bebé estão praticamente prontos e o crescimento dele vai diminuir nas próximas semanas. Ele já começa a conseguir distinguir o claro do escuro, mas só conseguirá ver a 100% por volta dos 7 a 9 anos. Também já tem sobrancelhas e pestanas e esta semana continua ainda do tamanho de uma abóbora.