sábado, 23 de abril de 2011

E desde o dia 15...

Estamos de férias na Alemanha!

Daí a minha ausência...

Mas está tudo óptimo... estamos a adorar é claro.

Infelizmente já está no fim, pois voltamos já na 2ª-feira, bem cedo... mas já deu para descontrair um pouco.

Passo em breve para contar as novidades...

E já agora... Boa Páscoa a todos que aqui passam!

Faz hoje 2 semanas...

Que uma pequenita da Escola de línguas me ofereceu esta linda orquídea...

Por tudo o que aconteceu a menina quis proporcionar-me um pouco de alegria... e eu gostei tanto!

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Hoje foi o primeiro dia!

O primeiro dia em que saí de casa sem a cinta pós-parto que eu usava desde que saí do Hospital...

E é uma sensação tão estranha!

Parece que anda tudo solto e que a barriga, que já está praticamente do tamanho que estava antes de engravidar, está toda mole...

Pode até ser só da minha cabeça, mas a sensação que me dá é que a minha barriga parece uma gelatina!

Até comentei com o meu marido hoje que ainda bem que não fiquei com estrias, pois isso sim seria o cúmulo!

Mas já agora alguém me sabe dizer quanto tempo se deve andar com a cinta? Tenho medo de não ter andado o tempo todo que devia!

Ai os doces!

Esta semana andei mesmo a abusar nas doçarias...

Comi doces que me fartei (ou não!).

Foram rebuçados, chocolates, bolachinhas, bolinhos... tudo o que me aparecia à frente... hoje então foi de mais!

E é assim mesmo que hei-de perder o kg que ainda aqui anda!

Desta forma não vai ser fácil não... (mas estou na esperança que esta vontade enorme de comer doces se deva à altura do ciclo menstrual em que estou - ou pelo menos estou a torcer para que seja isso!).

quinta-feira, 7 de abril de 2011

E o tempo passa...

Já faz 6 semanas que tudo acabou!

E mesmo assim ainda hoje me vieram perguntar pela barriga e se eu já sabia se eram meninos ou meninas...

Começo a achar que quando digo às pessoas que perdi os bebés elas ficam piores do que eu!

A tristeza ainda continua por cá... mas a cada dia se torna um pouquinho mais suportável!

Nunca pensei que seria capaz de pensar assim ao final de apenas 6 semanas... mas faz-me bem!

De qualquer forma...

Passei hoje no Centro de Saúde para saber se tinham a pílula que a Dra do Hospital me tinha receitado (pílula maravilhosa que fez desaparecer o quisto num abrir e fechar de olhos e melhorou mesmo muito as minhas borbulhas!) e aproveitei para perguntar se teria que ir lá a alguma consulta.

Ficou marcada para daqui a uma semana... não me importei nada, pois no Hospital foi mesmo só a eco que a Dra fez. Assim ao menos já me devem fazer a citologia e fico com tudo em dia!

Ahh e quanto à pílula maravilhosa minha amiga contra as borbulhas horrorosas... não a tinham! Lá tive que ir gastar quase €8, mas também são só mais dois ciclos (em princípio)!

Da consulta de ontem...

Bem, oficialmente aquilo nem foi consulta... mas acabou por ser, mesmo eu não tendo feito registo nenhum para entrar.

A Dra lá me fez uma eco para ver como estou e só me lembro de ter ficado feliz como há muito não ficava quando a ouvi dizer "Está impec!".

Resumindo e concluindo:

- o útero e os ovários já voltaram ao tamanho normal (quando fiz a eco uma semana depois do aborto estavam três vezes maiores do que agora!)

- nem há sinal do quisto grandão que me tinham detectado dessa vez que fiz a eco depois do aborto (e isso alegrou-me ainda mais um pouco)

As recomendações foram para continuar a tomar a pílula por mais dois ciclos (pois já a tomei durante este primeiro ciclo que deve estar prestes a terminar - espero eu pelo menos!) e depois esperar por uma menstruação espontânea. A partir daí a palavra de ordem será namorar muito!

Ainda fiz umas quantas perguntas à Dra, incluindo se ela não me ia mandar fazer análises. E claro que eu já estava mesmo à espera daquela resposta... só a partir do 3º aborto é que se pede um estudo e o meu nem pode ser considerado de repetição pois não foram os dois no primeiro trimestre e este último teve uma série de factores que influenciaram e levaram a este desfecho!

Bom, mas a causa mesmo só saberemos quando chegar o resultado da análise aos bebés e à placenta e em princípio isso só será em Julho, que foi para quando ficou marcada a próxima consulta! Isso se não vier inconclusivo é claro!


De qualquer forma ainda vou pedir uma segunda opinião, porque partir para outra sem saber se está realmente tudo bem comigo será muito difícil para mim!

terça-feira, 5 de abril de 2011

De volta ao Hospital!

É já é amanhã que volto lá para novo diagnóstico.

Porque amanhã já faz 6 semanas e é a altura ideal para se ver se o corpo voltou ao lugar e se está tudo certinho (espero que sim!)...

Da última vez que lá estive ainda chorei ao falar com a Dra, mas desta vez quero apenas ouvir que está tudo bem, que o quisto desapareceu ou está prestes a fazê-lo e colocar um série de questões (que espero não me esquecer!).

E ainda hoje...

... me vieram perguntar como estavam os meus bebés.

E a única resposta que tenho para dar é que não estão...

Vi o desespero na cara da Sra, que ficou sem saber o que fazer, nem dizer e me pediu desculpa umas três vezes.

Mas a culpa não é dela e não tenho que culpar ninguém por me perguntar pelos meus bebés...

Ainda lhe sorri e disse que não havia problema... e noto que apesar de toda a tristeza cada vez se torna menos difícil falar no assunto!

Da primeira semana...

A primeira semana de volta ao trabalho foi assim... bem normal.

Até que soube bem voltar à rotina, sair de casa todos os dias, conduzir, estar ocupada, resolver problemas, rever as pessoas, estar com os meus meninos da primária...

E é claro que houve quem fizesse perguntas... pequenos e graúdos, cada um à sua maneira.

Houve quem perguntasse se os bebés estavam bem, quem dissesse que pensava eu estar de baixa pela gravidez e quem apenas perguntasse se eu estava bem, pois já sabia o que tinha acontecido.

E houve também aqueles que perguntaram se estive de férias e até hoje não fazem ideia do que aconteceu na minha vida!

E os meus meninos, assim ao jeito deles, vieram-me perguntar se os bebés tinham mesmo morrido...

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Pequenas tentações...

Todos os dias passo em frente a uma confeitaria, na qual os lindos e apetecíveis doces expostos na montra ficam ali como que a olhar para mim e a pedir para serem comidos.

Ontem não consegui resistir mais e comprei esta pequena tentação:

Um belo mini pão de ló... recheado com ovos moles.

Nunca tinha comido... e digo-vos, soube-me tão bem!