segunda-feira, 31 de maio de 2010

Até eu gostava...

Comprei esta imagem para enviar para o estrangeiro como prenda de casamento (ao qual infelizmente não conseguimos ir).


Não me importava nada que me dessem uma igual... achei-a tão bonita (e ela ficava tão bem na minha sala...).

sábado, 29 de maio de 2010

Pequenas invenções...

O resultado de hoje foi este...


E estava uma delícia...

(mas sou suspeita porque adoro massa de qualquer maneira e feitio).


sexta-feira, 28 de maio de 2010

Homens!

Será assim tão difícil os homens entenderem as angústias e os medos de uma mulher, sem dizerem logo que estamos sempre a pensar na mesma coisa?

Às vezes precisamos de apoio e não que nos botem mais para baixo!

Muito provavelmente os homens não têm cabecinha suficiente para nos entenderem, muito menos para pensarem como nós...

E é para isso que existem as amigas, não é minhas amigas?!

Beijinho grande a todas*

(decididamente vou ter que deixar de falar de certas coisas cá em casa)

Café da manhã...

Hoje meu pequeno-almoço estava com este aspecto...



E soube-me tão bem...

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Será mesmo?

Será este o início de um novo ciclo?

Se for está bem fraquinho... vamos lá ver se amanhã está mais normal (espero que sim).

Ao menos assim parece que a duração dos meus ciclos voltou ao normal e meu corpo está a voltar aos eixo, o que seria excelente.

Vou esperar por amanhã para ver... e tentar manter os macaquinhos longe da minha cabeça (se bem que já há por aqui alguns a chatear).

Leituras...

Acabei ontem de ler este livro...

Adorei e aconselho vivamente. Super interessante.

Faz-nos pensar se realmente conhecemos as pessoas que nos rodeiam...

Agora vou querer ver o filme...

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Prova superada...

Finalmente consegui hoje fazer o exame que já era para ter sido feito há um mês.

Trata-se de uma ecografia mamária bilateral de controle, uma vez que em Novembro de 2008 me foi encontrado um nódulo no peito. Graças a Deus que ele continua igual, ou seja, não há motivos para me preocupar, segundo a médica. É só ir fazendo os exames para o controlar.

Isto deixa-me feliz...

terça-feira, 25 de maio de 2010

Que cansaço...

Hoje acordei especialmente cansada... será que foi por acordar mais cedo que o normal?! Só sei que andei o dia todo de rastos, cheia de sono, só me apetecia dormir (fiz até um sestinha no carro enquanto voltávamos do Porto... soube mesmo bem). Nem a maça que acabei de comer me despertou...

E para ajudar à festa passei o dia com uma vontade incontrolável de comer, pareço uma esfomeada! Se calhar devia ter almoçado em condições...

Vá-se lá entender isto tudo...

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Sol e mar...

Este fim-de-semana aproveitámos para fazer algo que já não fazíamos há uns anos... ir aqui à "nossa" praia.

Vivemos numa zona onde normalmente há sempre muito vento, mas tenho que admitir que o tempo esteve divinal (principalmente no Sábado). Soube mesmo bem irmos aquelas horinhas para a praia... já deu até para eu ganhar um pouquinho de cor. E melhor que isso é que consegui ir à água sem grande dificuldade (normalmente eu aqui nunca ia à agua por ser tão gelada).

Adorei o fim-de-semana!
(Só é pena que a chuva já tenha voltado outra vez - pelo menos há pouco já estava a chover)

sábado, 22 de maio de 2010

Que falta de respeito!

Há coisas que realmente me chateiam!

Uma delas é estar a conduzir e apanhar pessoas à frente que parece que saíram de casa para empatar o trânsito (o que acontece quase todos os dias - a minha sorte é morar numa cidade relativamente pequena).

Outra coisa que me chateia imenso é a falta de respeito entre os condutores. Hoje tive que esperar que passassem mais de 15 carros para que uma alminha caridosa me deixasse sair com o carro do lugar onde estava estacionada. Eu já bufava por todos os lados!

Rock in Rio

Bem que adorávamos estar lá... mas infelizmente este ano não deu!

Em vez disso
estamos aqui colados à televisão há mais de duas horas... o que já não é mau de todo! Bendita tecnologia.

Ai que inveja da minha cunhada, que vai lá estar os dias todos! Mas ao menos posso dizer que estivemos no primeiro que houve em Portugal.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Confesso!

Eu bem disse que não ia fazer contas nem pensar no assunto este mês.

Mas a verdade é que eu não consigo evitar... a minha curiosidade é mais forte do que eu!

Não fiz as minhas contas todas direitinhas no papel, mas confesso que ontem usei uma calculadora online (uuuuups). Se bem que acho que não adianta de muito e, a verdade seja dita, nem liguei muito ao que lá apareceu, porque continuo a não saber a quantas ando.

Vamos lá esperar mais uma semaninha e pouco e logo se vê o que faço...

Para esquecer...

Hoje foi um daqueles dias para esquecer!

No meio de tantos compromissos e de tanta correria ainda ficámos sem bateria no carro (ainda bem que ele estava estacionado). A nossa sorte foi que havia uma garagem bem perto...

E para encher mais um pouquinho o dia ainda me marcaram uma explicação em cima da hora...

Ai que vida esta... deve ser por isso que ando tão cansada!

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Que dia maravilhoso

O dia hoje esteve simplesmente maravilhoso...com um belo cheirinho a Verão que já convida a umas idas à praia.

Este sol sabe tão bem... será que agora veio mesmo para ficar?

E para melhorar ainda mais o dia, recebi uma notícia super animadora que me deixou muito feliz... Parabéns minha linda (tu sabes quem és!).

terça-feira, 18 de maio de 2010

Conhecimento travado...

Finalmente conheci uma das tão famosas Bimby.

A minha sogra tem uma, então passei o fim-de-semana a ajudá-la a fazer a comida naquilo. Achei o mecanismo engraçado, pois aquilo para além de cortar, ralar e fazer mais umas mil coisas com a comida, já a cozinha e deixa prontinha para ir ao forno (quando é caso disso). Gostei também do livro de receitas, que tinha lá umas quantas bem interessantes. Mas o que realmente me agradou é que aquilo mexe sozinho, ou seja fazia aquela parte chata de termos que mexer algo durante tempos infinitos em lume brando, sem termos que nos chatear.

Muita giro, sim senhor. Mas não sei até que ponto o valor dela compensa?! Será que vale a pena pagar tanto só para que uma máquina mexa a comida? Talvez um dia... quando eu for rica.

Por enquanto vou fazendo tudo manualmente, ou com o Robot de cozinha que comprei há tempos, que também é bom para essas coisas. Só não cozinha!


A culpa é do Pastel!

Nunca pensei que ir comer uns inocentes pasteizinhos de Belém desse tanto trabalho!

Uma vez que a nossa tentativa de irmos para Belém de eléctrico falhou (tínhamos que apanhar um autocarro e depois um eléctrico) fomos a pé. A caminhada fez-se bastante bem, mesmo sendo um pouco longe, até porque eu ia toda contente ao encontro dos meus queridos pasteizinhos!

É claro que quando lá chegámos aquilo estava a rebentar pelas costuras, ainda mais a um lindo Domingo de manhã. Nem demorámos muito a encontrar mesma, mas passados alguns minutos vieram uns estrangeiros (duas senhoras e um senhor que me pareciam ser holandeses) e perguntaram se podiam tirar uma cadeira. Pois isso foi o que nós pensámos, que queriam tirar uma cadeira, mas qual não foi o nosso espanto quando se sentaram connosco à mesa. Será que é normal fazerem isso lá na Holanda?!?!

O meu marido ainda me disse "Tem calma... pode ser que eles queiram só descansar até aparecer uma mesa vazia!", mas assim que veio o empregado eles começaram a fazer o pedido e nós dois a apreciar a cena. Quando o empregado se virou para nós dissemos que não estávamos juntos e ele muito stressado disse que só podia receber um pedido por mesa e que nos ia atender a nós por termos chegado primeiro. É claro que os outros senhores não entenderam nada do que ele estava a tentar explicar, então ele simplesmente lhes disse para esperarem um minutinho (e eles lá ficaram felizes da vida).

Quando chegaram os nossos pasteis eles ficaram muito admirados a olhar. É claro que eles não estavam a perceber nada do que se estava a passar. Então decidi explicar-lhes com calma o que estava a acontecer e por sorte a mesa logo ao nosso lado estava a ser desocupada, eles foram para lá e nós pudemos desfrutar dos nossos pasteis com calma.

Assim que saímos de lá fomos ao Museu de electricidade, que fica lá perto, ver a exposição dos premiados do World Press Photo. Super interessantes as fotos, mas algumas marcaram bastante e deram que pensar. E já que estávamos por lá decidimos dar uma volta pelo museu, que também tinha umas coisinhas bem interessantes.

Como já tinha chegado a hora de almoço tínhamos que voltar para casa. Fomos direitos a uma paragem de eléctrico/autocarro, mas não percebíamos nada daquelas linhas (muito menos eu que nunca morei em Lisboa) e meu marido só me dizia "Nada disto vai lá para casa da minha mãe". Mas será que não podíamos apanhar um transporte qualquer que nos levasse ao menos para mais perto?!?! Resumindo e concluindo, voltámos tudo a pé. Quando chegámos já não me aguentava das minhas pernas e numa pequena pesquisa pela net vi que andámos mais de 10km! Tudo isso por causa de uns pasteizinhos e uma exposição de fotos...

Já passaram dois dias e ainda me doem as pernas, mas mesmo assim acho que valeu a pena, nem que fosse só pelos pasteis.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Que rapidez...

Qual não foi o meu espanto quando hoje fui ver se havia correio cá em casa...

Afinal, só amanhã é que faz uma semana que fiz a encomenda.

Foi bem mais rápido do que eu estava à espera... nem deu tempo de ficar ansiosa com a espera. Agora é arrumá-los bem arrumadinhos, para não cair em tentação antes do tempo.

sábado, 15 de maio de 2010

Hoje estou de viagem...

E o tempo que não passa...

Bem que já podiam ser 13h para eu sair do trabalho e ir para a estação de mochila às costas. Vou para Lisboa, ter com o maridão... e amanhã voltamos juntos.

É uma sensação estranha... parece viagem de adolescente que vai encontrar o seu amor às escondidas (talvez por ser a primeira vez que viajo sozinha de comboio?!).

Ainda bem que trouxe o livro que ando a ler agora (que por incrível que pareça não é sobre gravidez) para me ajudar a passar o tempo de viagem. Afinal ainda são mais de duas horas...

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Saudade...

Já tinha ouvido dizer que saudade é uma palavra que só existe em português (talvez pelo significado que tem para nós).


Realmente faz sentido, pois quando penso em Inglês ou Alemão não me consigo lembrar de nenhuma palavra que queira dizer exactamente o mesmo. Há sim várias outras palavras, que se referem a um tipo específico de saudade.


E agora descobri na Wikipédia que saudade é a sétima palavra de mais difícil tradução (talvez por se poder sentir saudade de tanta coisa diferente).


E tudo isto para dizer que estou com Saudade do meu mais-que-tudo. (Nunca mais é Sábado à tarde!)



quinta-feira, 13 de maio de 2010

Home alone...

E aqui estou eu... sozinha em casa!

O maridão está para Lisboa numa formação e eu aqui com os cães e os peixinhos para me fazerem companhia.

E a cama que já é grande, hoje vai parecer ainda maior.

É nestas alturas que damos ainda mais valor às pessoas que nos rodeiam...


quarta-feira, 12 de maio de 2010

Feriado Municipal

Hoje é feriado na cidade onde eu trabalho.

Supostamente não devia ter trabalhado... mas como não consigo dizer que NÃO (às vezes gostava de conseguir pensar um pouco mais em mim e menos nos outros) lá fui eu de manhã dar explicação. E claro que já perdi a manhã toda às custas disso...

E daqui a nada o dia já está outra vez a acabar e o descanso fica mais uma vez adiado para "outro dia".

Pequenos momentos de prazer...

Adoro aproveitar o meu tempo livre para me sentar numa livraria a folhear livros que parecem ser interessantes.

Ainda ontem aproveitei uma horinha livre entre a explicação e o outro trabalho para ir até à Bertrand ler um pouquinho nos livros sobre a gravidez. Se eu pudesse comprava-os todos.

E lembrei-me hoje que se calhar é boa ideia fazer-me sócia da Biblioteca Municipal... quem sabe eles não têm lá montes de livros desses...


Malditas borbulhas...


Desde que deixei de tomar a pílula em Junho do ano passado que estas malditas bolotas me começaram a atormentar a vida.

Não posso negar que sempre tive alguma propensão para o aparecimento de borbulhas e que volta e meio lá me aparecia alguma chata na cara (principalmente no queixo), mas nada que se compare ao que me está a acontecer agora. A cara até nem está tão mal assim, vai aparecendo uma ou outra às vezes maior, mas o peito e principalmente as costas parece que pertencem a outro corpo.

Em vez de progredir parece que estou a regredir e a voltar à adolescência. Às vezes sinto-me até mal da maneira que as pessoas olham para mim quando tenho alguma borbulha na cara. Entendo que antigamente a culpa até pudesse ser minha (eu era bem desleixada com a minha pele) mas de há uns tempos para cá que me tenho vindo a portar bem - limpo a cara com um creme de limpeza, passo um tónico ou águas das rosas que também dizem que faz bem e depois um creme hidratante. E tudo isto duas vezes ao dia. Mas será que tenho que o começar a fazer no corpo todo? Se assim for vou passar o dia nisto e não vou ter tempo para mais nada!

Aiiii... já não sei mais o que fazer. E o pior é que está a chegar o tempo de praia e eu vou estar cheia de marcas! Será que alguém conhece algum produto milagroso que eu possa usar? (meu marido já mandou vir um creme do Brasil que diz ser bom para as borbulhas, mas nem sei quando mo vão mandar, nem se é realmente assim tão bom como ele diz).

E para cumulo disto tudo encontrei isto há pouco na Wikipédia sobre a acne: "...a sua frequência é maior na adolescência, quando o nível elevado de hormonas sexuais causa o aumento da secreção de sebo pelas glândulas sebáceas..."

Bem digo eu que voltei à adolescência... mas ao menos devo estar cheia de hormonas sexuais. Ao menos isso! Pode ser que estas borbulhinhas acelerem a nova tentativa.

terça-feira, 11 de maio de 2010

Pequenas loucuras...

Acabei de cometer uma pequena loucura...

Bem me lembro que disse que este mês não ia fazer contas, nem pensar de mais no assunto... mas a verdade é que mesmo não fazendo contas (e tenho-me aguentado firme) é impossível não pensar numa coisa que tanto desejamos. Por muito que tentemos evitar, é impossível não o fazer!

E como gosto de ser uma mulher prevenida (mulher prevenida vale por duas, não é?!) acabei de encomendar uns testes de gravidez online. Não sei ao certo quanto tempo vão demorar a chegar, mas disseram-me que deve demorar mais ou menos duas semanas... então como devo estar mais ou menos a meio do ciclo (isto se este ciclo for normal e não como o último) fiz a encomenda a ver se chegam a tempo de os poder usar.

E agora é esperar para ver... (já me consigo imaginar a correr todos os dias para a caixa do correio a ver se já chegaram... ai ai).




segunda-feira, 10 de maio de 2010

Férias... precisam-se!

Estou KO! Cansada! Exausta!

Precisava mesmo de uns diazinhos de férias, para descansar a sério e esquecer tudo... É que nem no fim de semana parei.

E até na 4ª-feira, que é o feriado municipal (dia em que era suposto eu ficar em casa, sem compromissos...), vou ter que ir dar explicações. É o que faz não conseguir dizer que não (e se ao menos o dinheiro compensasse mais um pouquinho...).

Vamos lá para mais uma semaninha super agitada!

E a boa sorte já se foi...

Na 6ª-feira lá fui eu jogar o Euromilhões como é costume...

Claro que levei a nota de €10 que tinha encontrado no chão... fiquei super indecisa se havia de jogar apenas as 2 casas que costumo jogar, ou se havia de "investir" a nota por completo. Deu-me um momento de loucura e pedi à senhora para fazer 3 jogos automáticos, da máquina... podia ser que desse sorte.

À noite, quando cheguei do trabalho, a primeira coisa que fiz foi ir ver os números que tinham saído... Não acertei em nada.

Parece que a onda de boa sorte não veio para ficar!

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Será uma onda de boa sorte?

Parece que estou mesmo a viver uma onda positiva...

E para continuar com a saga da semana em alta e de boa disposição, ontem quando saí do trabalho vinha descansadinha em direcção ao carro quando vi uma nota de €10 no chão. Olhei para trás, olhei para a frente... não vi ninguém com ar de quem procura alguma coisa... então peguei na nota e meti-a ao bolso.

Será mesmo uma onda de boa sorte?

Vou aproveitar a nota e jogar no Euromilhões com ela esta semana... nunca se sabe, não é?!


Boas acções...

Esta semana tem passado maravilhosamente bem.

Ainda nem vos contei o que me aconteceu na terça-feira. Lá ia eu a passo acelerado para o trabalho (pois, porque para variar ia mesmo em cima da hora) quando de repente sou parada por uma senhora já idosa que me diz "Desculpe menina, será que me pode atravessar até ao outro lado? É que está uma nortada tão grande e eu estou com medo de cair porque fui operada às cataratas!". Achei alguma piada à situação, principalmente ao discurso da senhora que foi o tempo todo (que ainda foi bastante pois ela andava devagarinho coitada) a agradecer e a contar que tinha ido às compras... e ali naquele pedacinho estava com medo de atravessar sozinha na rua porque ali batia muito vento... e a pedir desculpa por me estar a incomodar.... repetindo tudo umas três ou quatro vezes.

Com esta viagem que tive que fazer em contra-mão atrasei-me uns minutos, mas valeu a pena... fui trabalhar super satisfeita e bem disposta. Sabe mesmo bem praticarmos boas acções, não acham?

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Cuidado com o telemóvel...

Vinha eu a caminho do trabalho há pouco, quando presenciei uma cena digna de passar num daqueles programas de rir da TV!

Ao meu encontro vinha uma senhora já com uma certa idade e, pouco atrás, um rapaz novo (talvez uns 20 anos) a mexer no telemóvel. Pois é... o telemóvel. Devia de estar a ver qualquer coisa mesmo interessante, pois uns segundos depois de ter esbarrado com a senhora bateu de frente num poste de sinalização vertical.

Tive que fazer um esforço enorme para não me começar a rir... mas o mais engraçado foi ver a expressão da senhora mudar tão radicalmente. Primeiro fez aquela cara de poucos amigos, mas quando o viu a ir contra a sinalização a cara dela abriu-se num sorriso enorme e só se ouviu "Ai Jasus! Hihi..."

Pois... parece que os telemóveis não são perigosos apenas quando se conduz, mas quando se anda na rua em geral. Cuidado!

Relax


É assim mesmo que quero estar... relaxada, sem stress e sem estar sempre a pensar no mesmo!

Foi por isso mesmo que decidi não fazer contas a períodos férteis e afins neste mês (não é que não tenha dado resultado da outra vez, mas...).

Prefiro viver este momento como sendo de muito amor e carinho e não de ansiedade... datas... contas... dias certos ou errados. Será quando nos apetecer e o momento for propício a isso, e não porque tem de ser!

Vamos ver se resulta!

(Mesmo com esta convicção toda confesso que por vezes dou comigo a contar os dias mentalmente...ai ai! Só não quero que vire obsessão)

Saudades...


Vais deixar saudades...

Como eu gostava de andar sentada na parte de trás desse banco... com o vento a bater na cara...

Foram bons momentos! Mas, mais cedo ou mais tarde teríamos que te trocar... é difícil sobreviver tão perto da praia com tantos cromados...

O lado positivo disto tudo é que agora muito provavelmente eu também comece a andar na motinha nova... é mais à minha moda!

terça-feira, 4 de maio de 2010

Acho triste...

Há coisas que realmente me revoltam e deixam triste!

Uma dessas coisas é ver animais abandonados e maltratados. Ainda hoje vi um cão na rua (lindo de morrer... parecia até ser um Dálmata) todo magrinho e aleijado nas patinhas de trás. Até lhe custava andar... e passado um pouco vi um gatinho morto! Atropelado!


Quando vejo essas coisas parece que se forma um nó cá dentro... não consigo explicar! Sinto mesmo um grande mal estar.

Será que as pessoas não têm noção? Não entendo porque querem ter animais de estimação, se depois quando se fartam deles literalmente os "botam fora". Será que não entendem que aquilo não são objectos e muito menos brinquedos?

Só me falta mesmo ser rica para poder adoptar e tratar todos os animais abandonados que por aí andam. Se eu pudesse...

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Portugal no seu melhor...

Há cada coisa que só visto...

Na sexta-feira lá fui eu em plena hora da almoço fazer o exame que tive que marcar com 2 meses de antecedência. Tive que sair de casa às 13h e, pior que isso, deixar já tudo preparadinho porque supostamente não ida dar tempo de voltar a casa antes de ir dar as aulinhas. Qual não foi o meu espanto quando lá cheguei e me disseram que os exames daquele dia tinham sido todos desmarcados porque a médica que o fazia estava num Congresso. Pois é... todos excepto o meu! E a senhora ainda começou a duvidar se não teriam mesmo ligado para me avisar.

Se fosse o meu marido já tinha pedido o livro de reclamações na hora. Às vezes apetecia-me ser só um pouquinho como ele, para ver se deixam de fazer de mim parva. Enfim... agora vou ter que esperar até dia 26 para poder fazer o exame (isso porque ainda voltei lá a ver se o marcavam, porque tinham ficado de me ligar... mas não fossem elas esquecer-se de mim outra vez!).

Se este fosse um caso de vida ou de morte bem que eu morria antes de conseguir fazer o exame. Espero que este atraso não atrapalhe em nada e que continue tudo bem.

Infelizmente é assim o país onde vivemos.

Gestos bonitos...

Por incrível que pareça, ainda há gestos que nos conseguem surpreender...

Ontem quando estive com a minha mãe ela deu-me uma rosa e disse "Ainda não és mãe, mas um dia vais ser."

Achei isso tão bonito... Fiquei sem palavras...

Obrigada mãe! Gosto muito de ti.

domingo, 2 de maio de 2010

Um dia especial...

Ainda não sou mãe... mas mesmo assim não deixa de ser um dia especial.

Parabéns a todas as mães, em especial à minha (porque sem ela eu não estaria aqui). Obrigada por tudo mãe!

E para comemorarmos este dia foram os homens da casa (meu maridão e meu pai) que fizeram o almoço... e eu fiquei encarregue da sobremesa. Aproveitei logo para experimentar uma receita nova. Tarte de côco. Até que nem ficou mal.